Sobre


História


O Espaço PIPA, com sede na Rua Maria de Lourdes Campos Torres de Carvalho nº 100 – Jardim Santa Silvia, Piracicaba – SP, foi fundado em 20 de junho de 1983, sendo a segunda entidade do gênero a ser legalmente constituída no Brasil.

Ao longo dos seus 34 anos de história, muita coisa mudou. Desde a maneira como se entende a síndrome de Down (científica e socialmente) até as leis e políticas públicas relativas às pessoas com deficiências. Tudo isso exigiu a reformulação dos termos, do estatuto, do plano de trabalho, e até mesmo da identidade da instituição.

Fundada com o nome de Associação dos Mongolóides de Piracicaba, a instituição começou a trabalhar como um grupo de pais para troca de experiências e encorajamento recíproco. A SD era considerada uma doença e os tratamentos nas áreas de fonoaudiologia, fisioterapia e terapia ocupacional indicados eram pagos e organizados pelos integrantes da Associação.

A instituição mudou seu nome pela primeira vez em 1993, e passou a ser chamada de Associação de Pais e Irmãos dos Portadores da Síndrome de Down – APIPSD.

A partir da Convenção Internacional sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência (2006), documento produzido na ONU e aceito pelo Brasil como norma constitucional, entende-se que a deficiência não é algo que as pessoas possam portar, mas algo que é produzido pelas barreiras que são socialmente impostas. Com isso, em 2008, a APIPSD passou a chamar-se Associação Síndrome de Down de Piracicaba.

Em 2010, considerando o Modelo Social de Representação da Deficiência, que opera na superação das barreiras socialmente impostas para a efetiva garantia de direitos nos territórios de cada um, a Associação passa a atuar entendendo que a sociedade precisa conviver com as pessoas com deficiência sem preconceitos ou conceitos ultrapassados. Neste sentido, foi implementado o Programa P.I.P.A.: Promova a Inclusão Partilhando Ações. Espaço PIPA passou a ser o nome fantasia da entidade, em 2011.

 

PRINCÍPIOS DO PIPA:

  • – Que os ideais de inclusão sejam comunicados a todos;
  • – Somente uma sociedade que ofereça a infraestrutura para que sua população viva dignamente pode ser totalmente inclusiva, em todas as esferas;
  • – Inclusão é garantir a participação de todos, sem exceção;
  • – Cada setor da sociedade é um elo que desempenha sua função e dá estabilidade às relações sociais e exercício da cidadania;
  • – Uma vez conhecedores dos princípios da inclusão, todos nós a promoveremos e ela, então, será inerente à sociedade.

Áreas de Atuação



Para seu público-alvo, as pessoas com síndrome de Down e suas famílias, o Espaço Pipa atua, do nascimento ao envelhecimento, nas seguintes áreas:

  • – garantia de direitos;
  • – orientação e apoio às famílias;
  • – apoio ao trabalho;
  • – apoio ao desenvolvimento saudável;
  • – assistência psicossocial;
  • – apoio à escolarização;
  • – acesso à arte, cultura, esporte, e lazer;

 

Além disso, o PIPA também atua no:

  • – desenvolvimento de estudos e pesquisas pertinentes;
  • – capacitação e aperfeiçoamento técnico e profissional dos profissionais das áreas: administrativa, financeira, de saúde, educacional e técnica.

 

Nossa equipe técnica multidisciplinar é composta por profissionais das áreas de :

  • – assistência social;
  • – fisioterapia
  • – fonoaudiologia;
  • – pedagogia;
  • – psicologia;
  • – terapia ocupacional;
  • – educação física;

 

Este quadro de profissionais organiza-se de forma a oferecer aos nossos atendidos uma atenção transdisciplinar, sempre pautada no apoio ao desenvolvimento e na superação das barreiras encontradas por cada pessoa, considerada em seu próprio percurso de vida.

Agradecimento


Agradecemos nossos amigos e parceiros

Doação

Um Ato de Amor


“É a intenção, e não a doação, que faz o doador. – Gotthold Lessing”